Site de notícias vinculado ao Sindicato Rural de Guarapuava

Pioneer

Sexta-feira, 28 de abril de 2017

Manejo microbiológico do solo

Eng. Agr. MSc. Maria Stefânia Cruanhes D´Andréa-Kühl

O aumento na demanda por alimento é uma preocupação mundial que estimula o aumento da produção agrícola por área cultivada. Este desafio requer a utilização de boas práticas de manejo que visam reduzir a compactação, a salinização, a erosão e aumentar a diversidade microbiológica do solo e a disponibilidade de nutrientes, assim melhorando as condições do solo.

Ao longo dos anos de produção, o equilíbrio da biodiversidade microbiana do solo vai sendo reduzido, o solo vai se degradando, resultando na compactação, com isto, as raízes das plantas são afetadas, prejudicando a absorção de água e nutrientes. Para isso, o manejo biológico se torna uma ferramenta inovadora e complementar às práticas agrícolas. 

O Adubo Biológico Microgeo® é um produto biológico que tem o objetivo de reconstituir a vida microbiológica do solo, garantindo benefícios multifuncionais a produção, a partir da reestruturação dos solo. Microgeo®, além de condicionar as propriedades físicas, químicas e biológicas do solo, também age no desenvolvimento da sanidade vegetal, garantindo assim, um aumento na produtividade da cultura.

Resultados comprovados

Microrganismos do solo excretam substâncias que contribuem na adesão entre partículas. Estudo realizado pela CCGL Tec, no Estado do Rio Grande do Sul, demonstrou em solo de grãos, com uso de Microgeo® ao longo de cinco ciclos de cultivo (soja, trigo, soja, aveia e milho), a redução de até 13% na densidade do solo e aumento de 41% na macroporosidade. Este experimento comprova que Microgeo® não só descompacta, mas reestrutura o solo. Aplicando o Adubo Biológico você obtém: maior grumosidade do solo, maior agregação, maior aeração, maior retenção de umidade, maior macroporosidade, redução da densidade e, consequentemente, menor compactação do solo.      

Além de contribuir para uma melhora na reestruturação do solo, Microgeo® contribui para ganhos de produtividade. Em experimento desenvolvido pela CCGL Tec, na cultura do milho, a área que recebeu aplicação de Microgeo® (30 L/ha no sulco + 120 L/ha em área total) obteve como resultado 5,8 sacas do grão a mais, quando comparada com a área que não recebeu o Adubo Biológico. Enquanto que em um trabalho realizado em milho safrinha, pela Fundação MS, o ganho de produtividade foi de 12,9 sacas/ha a mais com Microgeo®.

Indo além, Microgeo, ao aumentar a biodiversidade microbiana do solo, garante o aumento da sanidade da cultura, através da supressão de pragas e doenças. Plantas mais sadias e protegidas alcançam maiores níveis de produtividade. Esse resultado foi observado em vários trabalhos. Um deles, realizado pela Fundação MT em área de soja infestada de nematoide, obteve 11% a mais de produtividade na área com o Adubo Biológico.

Em outro trabalho realizado pela ESALQ, na cultura do tomate, houve a redução de 50% da oviposição da mosca branca, após a aplicação foliar de Microgeo® na cultura, isto é, a fêmea expeliu menos ovos. Neste experimento, o Adubo Biológico além de afetar a proliferação da praga, garantiu o aumento do peso dos frutos de tomate em 28%.

Recomendações

O Adubo Biológico pode ser aplicado ao solo nas dosagens de 150 ou 300 L/ha, de acordo com a cultura, em área total no momento da pós-emergência da cultura. Além disso, há também as aplicações foliares que visam ativar a indução de resistência das plantas.

As doses recomendadas das aplicações foliares variam de 0,5 a 1% para hortaliças e flores e 3 a 5% para as demais culturas. As aplicações foliares devem ocorrer de 3 a 4 vezes ao longo do ciclo da cultura, podendo ser aplicado em conjunto com outros insumos foliares.

A Adubação Biológica é uma importante ferramenta que integrada no manejo agrícola atua de forma sinérgica, quando aplicada em conjunto com demais insumos biológicos e químicos.

Depoimentos de clientes Microgeo:

“Usamos o Microgeo desde 2011. Atualmente aplicamos o produto em 1.200 hectares, divididos em duas fazendas, uma no município de Guarapuava e outra em Cantagalo. Iniciamos a utilização buscando os benefícios oferecidos como condicionante do solo, visando reduzir a compactação. Aplicamos a dose total de 150 l/ha anualmente, divididos em duas ou três aplicações. Inicialmente verificamos redução da compactação e após dois anos de utilização, a produtividade aumentou nas áreas que utilizam o produto. No solo, sem dúvida, verificamos menor compactação e maior capacidade de drenagem”.

Cristhian Ribas Sekula– Fazenda Três Capões Grupo Santa Maria – Guarapuava

“Utilizo o Microgeo há três anos em 200 hectares. Anteriormente utilizava só na lavoura e esse ano passei a aplicar também na área de pastagem. Observo benefícios nas áreas desde que comecei a usar o produto. Além da descompactação do solo, venho notando o melhoramento de raízes nas lavouras, eliminando assim as pragas de raízes. A produtividade também aumentou. Podemos observar na área testemunha, que a diferença é de cinco a seis sacos a mais por hectare. Na pastagem, já notei uma melhora na qualidade da forrageira. O investimento no produto vem valendo a pena, pois os benefícios que ele traz já paga os custos”.

Rubens Paulo Loures Camargo – Fazenda Igrejinha - Goioxim

Comentários

Todos os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Você pode denunciar algo que viole os termos de uso.


Pioneer