Site de notícias vinculado ao Sindicato Rural de Guarapuava

Grupo Pitangueiras

Segunda-feira, 20 de setembro de 2021

Produtor pode comprar Reserva Legal ou vender excedente

Sindicato Rural oferece análise gratuita do Cadastro Ambiental Rural (CAR)

O Sindicato Rural de Guarapuava oferece mais um serviço aos produtores rurais associados: análise do Cadastro Ambiental Rural (CAR) para adequação no Programa de Regularização Ambiental (PRA), que tem prazo de adesão até final de 2022. A análise será feita pela empresa Estratégia Ambiental Consultoria.

Após a análise, será feita a intermediação de venda e compra de área de Reserva Legal para produtores rurais que possuem excedente ou então necessitem de mais área, em parceria com a Imperium Ambiental.

O sócio proprietário da Estratégia Ambiental, Vitor Hugo Burko, explica que muitos produtores rurais fizeram o CAR, mas poderiam ter um melhor aproveitamento das áreas de Reserva Legal e Áreas de Preservação Permanente (APP) dentro da propriedade rural. “O CAR foi feito, na época, sem muito entendimento. Após o seu lançamento, saíram algumas regulamentações e houve novos esclarecimentos. Uma decisão do Supremo Tribunal Federal em 2019 consolidou uma parte do Código Florestal e excluiu outra pequena parte. Tudo isso produziu um conjunto de informações que normalmente as pessoas não têm acesso. Portanto, a grande maioria dos cadastros que foram feitos, não estão errados, mas não tiveram um bom aproveitamento, deixando, em alguns casos, de apontar questões importantes”, observa.

Por esse motivo, a entidade está disponibilizando uma parceria para analisar o CAR de cada produtor e adequá-lo, se necessário. A análise do Cadastro Ambiental pode possibilitar que os produtores, eventualmente, tenham uma renda com o excedente de área de Reserva Legal. “O mercado de comercialização de Reserva Legal ainda está começando. Mas a ideia é justamente, através da Imperium Ambiental, da Estratégia e do Sindicato Rural, criar um banco de áreas em Guarapuava. Aquelas pessoas que têm excedente, podemos colocar em contato com as pessoas que têm necessidade, fazendo então com que as propriedades se regularizem de uma forma tranquila e que o dinheiro da cidade fique aqui mesmo”, explica Burko.

Segundo Burko, antigamente se lançava a Reserva Legal somente sobre área florestal. Mas com a nova legislação é permitida também a vegetação nativa. “Então se a pessoa deixou um banhado fora da Reserva Legal ela pode incluir esse banhado. Banhado, embora não seja floresta, é vegetação nativa. Há um conjunto de detalhes, na verdade, que precisam ser revistos para que a pessoa tenha uma melhor eficiência no CAR da sua propriedade. E é isso que vamos fazer. Estamos nos propondo a realizar uma análise das propriedades e a partir disso, a pessoa vai ter uma condição de se posicionar, regularizar a área e aproveitar o potencial da sua propriedade”.

Para realizar a análise do CAR de forma gratuita basta vir até o Sindicato Rural de Guarapuava com o cadastro em mãos, que o encaminhamento da análise será dado.

 

Comentários

Todos os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Você pode denunciar algo que viole os termos de uso.


Grupo Pitangueiras